Una elaboração tradicional

Um ofício transmitido de geração em geração

Anos e anos de experiência artesanal

Puramente artesanal

O valor de uma peça tradicional única

A essência do Pasto da Extremadura unida à mestria de umas mãos especializadas dedicadas, de corpo e alma, ao cuidado de um produto artesanal, exaltam o valor gastronómico dos melhores produtos ibéricos de bolota.

A elaboração dos presuntos ibéricos Señorío de Montanera é um processo puramente artesanal e tradicional, um ofício transmitido de geração em geração e cujo resultado são peças únicas.

Os profissionais da restauração, da hotelaria e da alimentação especializada avaliam muito positivamente o facto de os nossos presuntos conservarem a essência do autêntico, porcos 100% ibéricos alimentados à base de bolotas em pastos extremenhos e um processo de fabrico tradicional, pelo seu volume, mas artesanal nos seus procedimentos. Tudo isto dá lugar a presuntos ibéricos puros de bolota de alta qualidade, e com uma personalidade diferente que nos posiciona num mercado gourmet como um valor em alta.

Mestre de presunto

A perícia de umas mãos especializadas ao cuidado de um produto artesanal

Perfiladas a faca uma a uma os nossos artesãos verificam o grau de salmoura, a secagem adequada e a sua lenta maturação na cave. Depois de 4-5 meses que dura a pós-salmoura fria, os presuntos de bolota 100% ibéricos são colocados na secagem natural, onde permanecem mais de 5 meses e cuja temperatura ultrapassa no verão. Este período tão quente e prolongado num estado intermédio do processo, é genuíno e único na elaboração de produtos curados de porco.

O nosso mestre de presunto, no seu conhecimento desta forma de produção tradicional, abre e fecha, diariamente, janelas, de acordo com as condições ambientais, para manter a temperatura e a humidade próprias desta etapa.

Ambiente único

Caves naturais escavadas na rocha

No final do verão, as peças passam para as nossas caves naturais escavadas na rocha, com temperaturas mais estáveis e frescas do que as da secagem, e com a iluminação sempre verificada. Os presuntos de bolota maturam muito lentamente e permanecem aqui entre 18 e 36 meses, 14-24 meses as paletas.

Deixamos «descansar» os presuntos e, assim, maturam lentamente; o tempo e o descanso acabam por determinar um presunto ibérico excecional.

Para determinar o momento adequado de consumo, o mestre de presunto “cala” uma a uma todas as peças de presunto ibérico de bolota, para verificar que o aroma no interior é o adequado e que a mesma se encontra suficientemente madura.

Processo de elaboração totalmente artesanal e natural

pt_PTPortuguês